PLPinto.M. Animais Estimação  

Como Cuidar de um Aquário Tropical

 

Se quiser ter peixes tropicais de agua doce como animais de estimação em um aquário, precisa de saber como cuidar deles. Tratar dum aquário tropical pode ser uma experiência gratificante. Os aquários de peixes de água quente têm uma montagem e manutenção barata, e existe uma incrível variedade de peixes que pode colocar no seu novo aquário. Neste artigo vamos mostrar-lhe os cuidados de manutenção que deve ter para manter os seus peixes saudáveis.

Neste artigo pode ver:

+ Aclimatize os seus peixes no aquário em condições

+ Como introduzir os peixes no aquário

+ Mantenha o espaço necessário para nadarem

+ Condicione a água do aquário adequadamente

+ Evite sobrealimentar os seus peixes de aquário

+ Confira a rotina de manutenção recomendada para aquários tropicais

+ Recomendações

Construir um pequeno ecossistema composto por animais e plantas é uma sensação fantástica. Muitas pessoas viciam-se depois de comprarem o seu primeiro aquário, e o hobby rapidamente se estende a aquários maiores, mais aquários, ou ambos!

Cuidados Manutenção de Aquário de Peixes de Agua DoceInfelizmente, pode também ser uma tarefa complicada para muitos tratadores de peixes. Saber quais peixes deve comprar, a manutenção básica e a frequência e quantidade de alimento, entre outros pormenores, são elementos importantes para manter os seus peixes vivos e saudáveis.

Se tratar do aquário com regularidade, as coisas ficarão progressivamente mais simples, e chegará o dia em que será um verdadeiro profissional. Mas como provavelmente não quer provocar uma razia de peixes mortos enquanto vai aprendendo os truques, vale a pena ter algumas noções básicas de como manter um aquário.

Para os iniciantes, isto é particularmente frustrante. A internet dá-nos imensas informações, mas muitas são confusas e contraditórias. Como é que um novato pode saber o primeiro passo?

Neste artigo encontrará algumas dicas que, caso as siga, irão aumentar bastante o seu sucesso como tratador principiante de peixes.

Ficam aqui alguns conselhos para aumentar as suas hipóteses de ter um belo aquário de peixes felizes e saudáveis. Para manter os seus peixes felizes e saudáveis, deve seguir estas dicas que o vão ajudar a tornar a manutenção do aquário bastante fácil e simples.

Aclimatize os seus peixes no aquário em condições

Os peixes são animais frágeis. Para conseguir os melhores resultados, pergunte ao funcionário da loja os parâmetros da água em relação aos níveis de nitrato, nitrito, amoníaco e pH dos animais que vai escolher.

Quando estiver em casa, teste a água do seu aquário para saber qual a sua composição química. Quanto maiores forem as diferenças, mais tempo precisará para aclimatizar os seus peixes.

Como introduzir os peixes no aquário

como cuidar de aquario de agua doce quenteEste processo deve ser feito devagar, de maneira gradual. Flutue o saco selado com o peixe no interior no seu aquário, durante pelo menos 15 minutos, mas não vá além de uma hora, a fim de permitir a aclimatização da temperatura.

Abra o saco e junte-lhe lentamente um quarto de uma chávena de água do seu aquário. Repita o processo de juntar um quarto de chávena de água a cada cinco minutos até que a bolsa fique cheia.

Isso permite que a temperatura e a química do aquário e agreguem lentamente, o que permite ao peixe adaptar-se à sua nova casa aquática sem entrar em choque devido a mudanças súbitas.

Retire o saco do aquário e deite fora lentamente o máximo de água possível, sem pôr em perigo os peixes. Introduza os novos inquilinos no aquário e deixe os seus peixes nadar na sua nova casa.

Mantenha o espaço necessário para nadarem

A sobrelotação de peixes pode provocar baixos níveis de oxigénio na água. Outros efeitos negativos da sobrelotação incluem o excesso de resíduos, que entope o filtro e diminui a qualidade da água do aquário. Além disso, colocar muitos peixes em um espaço pequeno aumenta a probabilidade de doenças e pode inclusive provocar a sua morte.

Verifique junto de um especialista em animais de estimação, ou na loja onde os adquire, para saber o número de peixes que pode ter com o tamanho do aquário que tenciona obter.

Condicione a água do aquário adequadamente

A água para os peixes é como o ar para os seres humanos. É um elemento fulcral para a saúde dos seus peixes a longo prazo. A água corrente tem inúmeras propriedades que necessitam de ser equilibradas num aquário para suportar a vida aquática. Para condicionar a água devidamente, utilize um produto biológico para diminuir o cloro no aquário, que pode encontrar fácil na loja de animais mais próxima.

É altamente recomendável verificar os parâmetros da água do tanque e também da água de reposição. Grande parte das águas correntes (água da cidade) contém cloro ou cloramina.

O cloro evapora rapidamente (quando mantido em aeração durante vinte e quatro horas); já a cloramina (cloramina = cloro + amoníaco) não.

Utilizar um condicionador de água neutralizará o cloro em ambas as situações, mas o amoníaco continuará presente no último caso. Precisa de ser decomposto pelas bactérias nitrificantes presentes no aquário. Isto pode demorar mais do aquilo que os seus peixes podem tolerar.

A água filtrada também deve ser regularmente verificada, e fazer parte integral da rotina de manutenção do aquário. As membranas do filtro podem ficar danificadas ou podem exigir substituição antes do fim da data de validade.

Teste a água do aquário

Teste a água do aquárioA química da água não é visível; como tal, é essencial verificá-la regularmente. A melhor forma de tornar isto uma rotina passa por verificar a química do aquário antes de mudar parte da água.

Os parâmetros vitais são pH, nitratos, nitritos e dureza de. A estabilidade é o principal fator no pH. O pH na amplitude 6.5 – 7.5 é adequado para a maioria das espécies, mas elas conseguem ajustar-se se este estiver ligeiramente fora deste nível.

O KH (dureza de carbonatos) é o indicador de estabilidade do pH. Deve ser mantido sob observação se se aproximar de 4.5 dH (grau de dureza) ou 80 ppm. Terá de tomar medidas se ele diminuir ainda mais.

Os nitritos devem ser sempre indetectáveis (exceto durante a ciclagem). Se detectar nitritos, verifique também o amoníaco. Os nitratos devem ser mantidos abaixo de 10 ppm em aquários de água doce.

Mantenha o pH da água em níveis adequados

O pH mede a acidez ou alcalinidade da água do seu tanque. Compre um kit de teste de pH e utilize-o para verificar o nível de pH. Os peixes de água doce prosperam quando o nível de pH se situa entre 6.6 e 7.8, dependendo da espécie.

Esta amplitude dar-lhe-á um efeito natural e antisséptico, que ajuda os seus peixes a resistir a doenças. Se quer um aquário saudável, certifique-se que verifica regularmente as flutuações nos níveis de pH.

Substitua gradualmente a água do aquário.

Recomenda-se que mude 25 % da água do seu aquário pelo menos uma vez por mês. Isso manterá o tanque limpo e saudável, para além de manter as concentrações de nitrato num nível seguro. Utilize um aspirador de cascalho para extrair água e detritos, pois assim será mais fácil manter a água limpa, e os parâmetros de água estáveis ajuda a criar peixes saudáveis e fortes.

Para evitar efeitos são fortes na climatização dos seus peixes pode mudar 10 a 15% dea agua a cada 15 dias, pois cria um impacto menor.

Mantenha a temperatura da água adequada

cuidar de um aquarioAs mudanças na temperatura podem ter um efeito muito negativo nos peixes de aquário de agua quente. Não coloque o aquário perto de uma janela que receba muito sol ou próximo a saídas de ar condicionado ou de aquecimento, já que alterações drásticas de temperatura podem fazer adoecer os peixes ou até matá-los. Tenha também cuidado quando da mudança da agua. Se a diferença da temperatura for muito elevada aconselha-se a aquece-la previamente.

Os peixes tropicais de água quente exigem uma temperatura constante de 24ºC - 28ºC, dependendo da espécie, situação para a qual precisa de comprar um aquecedor aquático para o seu tanque sempre dentro deste range de temperatura.

Limpe as laterais do tanque

Nem tudo o que é verde é bom. O acumular de algas em tanques torna o vidro mais turvo, dá à água uma aparência opaca e esgota o oxigénio, o que pode criar problemas de saúde para a sua vida aquática. As plantas de aquário também podem ser prejudicadas pela presença de algas, pois competem pelos nutrientes entre si.

Se não tratar destes problemas, as algas irão retirar muito do oxigénio necessário às plantas. As lojas de animais têm uma variedade de ferramentas que permitem ajudá-lo, incluindo escovas, algumas com cabos longos e ímanes para algas de aquário, a fim de raspar o excesso de algas nas paredes do aquário.


Cimo   /   Fundo

Evite sobrealimentar os seus peixes de aquário

Fique tranquilo, um peixe muito dificilmente passa fome. Alimentá-lo uma vez por dia é suficiente, garantindo sempre que proporciona os itens alimentares adequados ao tipo de peixe no seu tanque.

Um bom alimento em flocos é suficiente para grande parte das necessidades, mas, se tiver muitos peixes de fundo, é boa ideia incluir granulados que desçam até ao fundo do aquário. Não parta do princípio que os peixes-gato e outros necrófagos conseguem alimentar-se apenas dos flocos que flutuam e conseguem descer até à parte inferior do tanque. Se tem peixes que ingerem algas no seu tanque deve inclui-las como suplemento às suas dietas.

Não utilize mais alimento do que aquele que o peixe consegue ingerir numa questão de minutos.

O excesso de comida não só é insalubre para o peixe, capaz de provocar doenças, mas suja o tanque e pode causar picos nos químicos supracitados. Também pode ajudar a causar situações indesejáveis, como o crescimento excessivo de algas ou uma praga de caracóis.

Muitos tratadores de peixes colocam os seus peixes num regime de alimentação/ jejum, onde, num ou mais dias por semana, os peixes não são alimentados. Isso ajuda a manter o tanque mais limpo e os peixes mais saudáveis. Explicado de forma simples, lembre-se que o que entra num peixe também sai, então quanto mais alimentar os seus peixes, mais sujo o tanque ficará.

Confira a rotina de manutenção recomendada para aquários tropicais

Diariamente

Garanta que o equipamento funciona corretamente. Observe os seus peixes durante a alimentação. As mudanças comportamentais são um bom indicador de um potencial problema ou do começo de uma doença.

Semanalmente

Conte os seus peixesConte os seus peixes. Em caso de algum peixe ter morrido, as espécies menores podem decompor-se rapidamente, resultando em picos de amoníaco e nitrito e, eventualmente, altos níveis de nitrato. Para evitar esse efeito tente encontrar qualquer peixe morto e retira-lo quanto antes.

Se o seu aquário é de agua quente verifique se a temperatura se mantem adequada, caso contrário verifique se o termostato está a funcionar bem ou se é demasiado fraco e precisa de acrescentar outro.

Nos aquários grandes é sempre aconselhável introduzir dois termostatos, um em cada canto posterior, para manter uma temperatura mais homogênea por todo o aquário de agua quente.

Semana Sim Semana Não

Teste os parâmetros vitais da água: pH, dureza de carbonatos, nitrito e nitrato. Mude 10-15% da água. Aspire o cascalho. Limpe os filtros do aquário. A esponja filtrante é bastante barata e muito eficiente. Comece de baixo para cima e lave com frequência. Enxague os insertos do filtro (cartuchos) com a água extraída do próprio aquário.

Mensalmente

Substitua os insertos do filtro, os cartuchos, a esponja e o carbono. Inspecione os tubos, conexões, pedras difusoras, raspadores e outras partes para uma manutenção adequada do seu aquário de agua doce. Limpe a parte superior do aquário para garantir que a iluminação não é diminuída pelas algas que nascem na tampa do aquário.

Verifique as datas de validade colocadas nas caixas e frascos dos produtos para o aquário que utiliza. Não as utilize após a data impressa. Os kits de teste expirados dar-lhe-ão leituras erróneas e poderão fazer com que tome medidas desnecessárias.

Com um tanque de peixes saudável e corretamente gerido, terá muitas horas bem passadas ao ver os seus peixes nadarem no seu habitat aquático felizes e saudáveis.

Para aprender a cuidar corretamente do seu aquário de peixes tropicais clique na capa do livro a seguir e veja como este manual pode ser-lhe de grande ajuda.


Voltar ao topo

Recomendações


Como Cuidar de um Aquário Tropical
 

Gostou da Leitura?

Não Perca Nosso Próximo Artigo!

Deixe Seu Email para Ser Notificado de Novos Artigos Idênticos:

* Nome:
* Email:
* Soma de: 20+10 =
Seus Interesses:

 
Artigos Relacionados:
 
Publicidade
 
 
 
Como Cuidar de um Aquário Tropical

Clique Para Saber Mais




Voltar ao topo

 
 
» Sobre nós » Contatos » Politica Privacidade
PLPinto.M. Animais Estimação - Todos os direitos reservados